ADQUIRA MINHAS APOSTILAS

02/09/2009

Como ganhar dinheiro sem sair de casa


Podemos perceber quão grande é a dificuldade das pessoas, principalmente as que já passaram dos quarenta anos em conseguir um emprego fixo. Hoje em dia, não está dando para ter em casa apenas uma pessoa trabalhando, pois as despesas para a sobrevivência são altas. As donas de casa estão à procura de uma atividade que lhes proporcione trabalhar sem ter que se afastar dos filhos, uma vez que a maioria das vezes, a educação dos mesmos cabe a elas. O mercado de trabalho está cada vez mais cobrando um alto grau de escolaridade e bastante experiência e isso tem dificultado a vida de muitas pessoas. Por isso, tomei a iniciativa de postar aqui algumas idéias que selecionei, tendo-as encontrado nas minhas andanças pela internet e também através do meu hábito de ler livros e revistas. Creio eu que algumas dessas idéias virão de encontro às necessidades de muita gente.
(Somente postarei as idéias - A quem se interessar, tenho apostilas que estarei disponibilizando para venda, onde além das idéias, explicarei como proceder para colocá-las em prática)

Reações:

9 comentários:

Anônimo disse...

Oi amiga! Estou fora do mercado de trabalho já faz algum tempo por causa da idade e resolvi aproveitar alguma esperiência que tenho com artes para ganhar algum din din. E tenho certeza que suas dicas serão muito importante pra mim.
Obrigada

Sonia Alvim disse...

Desculpe não me apresentei. Me chamo Sonia Alvim, o meu blog se chama vheah artes porque Véa é o jeito carinhoso que meus filhos me chamam, aí coloquei H para ficar mais chic. Também estou fora do mercado de trabalho. Também criei meus filhos(4)sozinha, hoje estão todos criados e sou sustentada por eles. Só que eles acham que casa e comida é o suficiente. Por isso estou tentando alguma renda.para que possa comprar as minhas coisinhas.
Coloquei como anõnimo por que foi a única forma que consegui postar.
Beijos
Sonia Alvim

Anônimo disse...

oi,meu nome é taciane,estava fuçando alguns blogs aqui na net até que achei o seu e continha nele a motivação que estava procurando,bem sou casada tem um filho de dois anos no ano passado tentei trabalhar fora mas foi muito dificil tive que sair porque não tinha com quem deixar meu filho hoje estou grávida de cinco meses e o orçamento começou a apertar não tenho como trabalhar fora ainda mais agora que vou ter outro bebê estou pensando em vender bolos,rocambole em pedaços na rua assim na embalagem com colherzinha e tal... mas estou um pouco insegura com medo de não dar certo ninguém querer comprar, mesmo sabendo que se eu não tentar não vou saber. sou de bh moro mais ou menos perto da savassi pensei em vender nas portas das lojas papelarias só na parte da manhã estou um pouco desencorajada mas sei que preciso fazer alguma coisa para completar a renda pois estamos sempre apertados agradesço qualquer email carinhoso.
Beijinhos
meu emal:taciejoao2009@hotmail.com

GeaneGodoy disse...

olá meu nome é Geane, trabalho fora atualmente mas acho que estou deixando muito a desejar as minhas filhas, tenho duas filhas uma de 11 e uma de 3 aninhos e gostaria de uma ideia sua de trabalhar em casa cuidando das minha filhas e do meu lar! meu email é geanegodoy@hotmail.com de s de já! que Deus te abençoe e prospere a sua vida!

Izabel Juliao disse...

Parabéns Mell seu blog é tudo de bom, amei ,foi um incentivo pra mim não desistir!! Obrigada sou sua mais nova fã !!!

Izabel Juliao disse...

Parabéns Mell, vc foi realmente minha Saída de emergencia, era o incentivo que me faltava nesse momento dificil pois tenho 3 pequenos que não tenho com quem deixar pra trabalhar, obrigada por existir 1000 bjs, sou sua nova fã.

Mell Santos disse...

Izabel, eu que te agradeço pela visita e pelo comentário. Confia em Deus e põe Ele na frente dos seus planos para que tudo vá bem. Bjo grande, te esperarei mais vezes.

Anônimo disse...

Meu nome é Kelly, moro em Franca, interior de SP. Eu trabalho em uma indústria de calçados femininos aqui, em período integral, porém, o que ganho, não é suficiente pra sustentar 3 crianças e a casa, pois sou sozinha com elas. Gostaria muito de ter um trabalho, onde não precise sair de casa, poder me didicar melhor aos meus filhos e dar a eles uma garantia de futuro melhor!!! Gostaria de uma sugestão. Antecipadamente, agradeço a atenção! Um grande abraço, e que Deus os abençoe.

Mell Santos disse...

OI, Kelly, tudo bem? Olha, vc pegou uma postagem bem antiga, ela foi feito logo no início do blog, em 2009. Isso quer dizer que já se passaram 4 anos de blog e tem mais de 400 postagens, com certeza umas 300 ideias de trabalho em casa estão espalhadas por ele. Como não te conheço, não sei direito qual a sua situação, se tem capital ou não, sugiro que vc vá em CATEGORIAS do lado direito do blog e clique nelas, pois o que não falta neste blog são ideias para trabalhar em casa, ok? Entendo sua situação e sei que não deve ser fácil pois eu passei por isso. Então, verifique estas categorias, pois tenho certeza que pelo menos uma vai se encaixar com o seu perfil, ok?
Qualquer coisa, me retorne ou escreva um e-mail para mim. Bjo da Mell. Deus te abençoe.

Últimos Comentários

Deixe o seu recado



Mudanças no meu perfil empreendedor

Meu blog foi criado em 2009, sendo que na época eu estava desempregada. A partir daí várias coisas ocorreram durante este período de modo que precisei alterar o meu perfil, como a minha idade e as ocupações que tive (trabalhos). Para tanto, deixo aqui registrado estas mudanças.

Em 2009 - 47 anos - Fui babá de duas meninas, cuidando delas em minha casa enquanto as mães trabalhavam.

Em 2010 - 48 anos - Continuei sendo babá de uma das meninas que cuidava antes, novamente em casa e no período em que ela ficava na escola eu trabalhava como Monitora de Crianças de 1 a 2 anos na Creche Filhos do Rei.

Final de 2010 para 2011 - Abri as portas do meu brechó na minha casa. Antes vendia dentro de casa mesmo.

Em 2011 - 49 anos - Brechó fechado para reforma da casa. Fui trabalhar numa pizzaria, à noite, como diarista e, aos 49 anos, consegui trabalhar de "Carteira Assinada" depois de seis anos sem registro. Trabalhei de abril/2011 a Jan/2012.

Início de 2012 - 50 anos - Saí do emprego por motivo de saúde ( a idade começou a pesar me causando muito inchaço nas pernas pelo fato de trabalhar mais de 8 horas em pé).

Maio de 2012 - Voltei novamente a trabalhar por conta própria com meu brechó, meus geladinhos, artesanatos e outras coisitas mais.

Junho de 2012 - Trabalho com meu brechó e sou babá de duas crianças na minha casa. Temos uma renda bem menor agora, pois meus filhos perderam a pensão do pai, mesmo eles sendo estudantes, sendo o mais novo universitário.

Julho de 2012 - Só trabalho com o Brechó agora. Não deu para conciliar brechó e ser babá ao mesmo tempo.

Agosto de 2012 - Me tornei Microempreendedora Individual. Agora, além do Brechó, continuo com os geladinhos e também produzo cupcakes.

Fevereiro de 2013 - 51 anos e agora, o quadro aqui em casa está quase se invertendo. A maior parte do sustento fica com meu filho mais velho, e o mais novo trabalha apenas para pagar a sua faculdade. A minha renda é apenas para complementar a do meu filho.

Setembro de 2013 - Meu filho mais novo está desempregado e trancou a matrícula na faculdade. O mais velho teve que deixar o emprego para ser estagiário de outro curso recebendo apenas 1/2 salário mínimo. Continuo com o brechó, atendendo de portas fechadas pois trabalho também com meus sorvetes, geladinhos, cupcakes e chocolates. Além disso dou cursos de fabricação de sorvete apostilados, pela internet (ensino à distância) Não dou conta de tudo se estiver com a loja aberta. Então, trabalho dentro de casa. Menos renda aqui em casa agora.

Novembro de 2013 - Meu filho mais novo agora trabalha com o pai na área de sorvetes. O mais velho conseguiu um outro emprego com efeito de estágio para o curso dele e passou a ganhar mais. E eu agora, além de tudo que faço também sou Consultora Independente Mary Kay.

Dezembro de 2013 - Isaac foi aprovado no Concurso da Polícia Militar de Minas Gerais e teve novamente que deixar um trabalho novo.

Janeiro de 2014 - Isaac foi morar sozinho com alguns colegas e começa o curso na PMMG