ADQUIRA MINHAS APOSTILAS

04/09/2009

Manicure e Pedicure


"Profissional que trata das mãos e pés dos seus clientes, aparando, polindo e esmaltando-lhes as unhas"
Fonte: Dicionário Michaelis

Gente, ser manicure não é uma boa? Claro, que como em qualquer atividade, você tem que ter "jeito prá coisa", não é verdade? Com essa cultura de beleza que a gente vê cada vez mais hoje em dia, se realmente você tiver habilidade para isso, pode então arregaçar as manguinhas e mãos à obra. E nem vai ter que gastar muito com equipamentos. Mas, higiene e cuidados específicos você vai ser obrigada a ter.
Manicures e pedicures podem trabalhar em suas próprias casas, fazendo adaptações em algum dos cômodos para receber os clientes, que podem ser homens ou mulheres, ou à domicílio indo até a casa dos clientes para realizar sua atividade. Na maioria das vezes,eles atuam em salões de beleza ou clinicas de estética,junto a cabeleireiros, maquiadores e outros profissionais ligados à área. Se você se profissionalizar, com a prática e por meio de cursos de atualização, alcançam um grande número de clientes e acabará abrindo seu próprio salão, como já aconteceu com várias pessoas que começaram em casa mesmo. Para um maior aperfeiçoamento profissional, é bastante recomendável que as manicures e pedicures estejam sempre atentas às feiras de beleza, pois elas trazem inovações na área estética e de tratamento dos pés e das mãos, aumentando o conhecimento técnico destes profissionais.

Se realmente você desejar seguir esta idéia, deve observar algumas dicas, como por exemplo:

Características desejáveis:

* Preocupação constante com a higiene
* Bom senso estético
* Habilidade para lidar com objetos pontiagudos e pequenos
* Boa visão
* Capacidade de concentração
* Estar atento a novidades na área estética
* Ser detalhista
* Boa capacidade de comunicação, para interagir com o cliente e saber o que ele realmente deseja.
* Saber ouvir, pois a manicure muitas vezes acaba sendo mesmo uma confidente do cliente, devido ao tempo que passam juntos.

Qual a formação necessária para ser manicure e pedicure?

Não existe uma lei que regulamenta a profissão de manicure e pedicure. É um caso típico onde o exercício e a prática, acabam formando o profissional. Apesar disso, é importante que manicures e pedicures procurem fazer cursos que a tornem mais competitiva no mercado de trabalho e capacite para as mais variadas exigências dos clientes. Sempre atualizar-se em relação a novos cremes, esmaltes e técnicas de polimento, possibilita que o profissional seja mais requisitado por aqueles que procuram seus serviços, tornando-os clientes fiéis e satisfeitos.

Principais atividades de manicures e pedicures

Entre suas atividades diárias estão:

* Corte das unhas das mãos e dos pés
* Polimento
* Retirada da cutícula
* Esmaltagem
* Aplicação de "base" nas unhas
* Aplicação de cremes e esfoliantes que facilitem a retirada da cutícula e dêem maciez às mãos e pés
* Aplicação das chamadas "unhas postiças" para clientes que as desejem
* Esterilização dos instrumentos de trabalho

Agora, todos precisam ficar sabendo de sua nova atividade. A propaganda é a alma do negócio e divulgação é essencial. Então..............avise. Faça cartões de visita e deixe nas lojas de cabeleireiro, uma plaquinha na porta de casa também ajuda. Fale com suas amigas, e comece com elas, lembrando de pedir para divulgarem, pois o "boca a boca" é o jeito mais fácil de fazer propaganda. Fale com os comerciantes do bairro e deixe cartazes fixados lá.
Outra dica importante: trabalhe agendando horários para não correr o risco de ter muitas pessoas esperando ao mesmo tempo.
Boa sorte e sucesso no seu novo empreendimento.

E aí, achou uma boa? Boa sorte, então.
Beijos.

Reações:

11 comentários:

jéssica disse...

adorei suas dicas acabei de me demitir de um emprego que não estava me fazendo bem, estava muito estressada e angustiada pois não estava conseguindo conxiliar faculdade com trabalho, estava quase perdendo um periodo, achei melhor pedir demição pois não ganhava bem e nem dava para pagar a faculdade meus pais que me a judavam estou pensando em começar a carreira de manicure e pedicure antes mesmo de para de trabalhar eu já fazia algumas unhas agora desejo pegar firme e tentar tirar uma renda desse trabalho. muito obriga da pelas dicas seu blog é muito interressante e nos dar força para seguir em frente com a sua historia de vida. bjos jéssica

Anônimo disse...

genial,gostei muito foi de grande serventia pra mim,peguei varias sugestôes,muito bom mesmo,sou BENICE DA CIDADE DE BOTUCATU SP.UM ABRAÇO A TODOS BOM DIA.MEU EMAIL.rosabenice@ig.com.br.

ACESSÓRIOS PARA O DIA A DIA disse...

noss parabéns amei suas idéias vou seguir direitinho suas dicas
se bem que algumas ja fazia parte do mue dia a dia
mas valew obrigada continue assim... bjos manicure

silvia disse...

Nossa!!! muito boa as dicas pois vou começar meu curso de manicure e pedicure em agosto no Sebrae e estou muito ansiosa.Quero atender minhas clientes a domicílio.Acho que vai ser muito bom. Bjs e parabéns pelo blog.
Silvia,Esteio Rio Grande do Sul

andrea disse...

adorei!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!também faço unha a domicilio e graças a deus é muito gratificante.bjs

Talita Martins disse...

Adorei seu blog viu....Deu muita força e coragem....vou começar meu curso na embelleze de manicure e Pedicure......Estou muito feliz....obrigada ....sua história é linda que Deus continue sempre te abençoeando.....

Anônimo disse...

OI,ESTÁ SENDO MUITO DIFICIL ENCONTRAR EMPREGO,EU GOSTARIA DE SABER SE ESTE NEGÓCIO DA DINHEIRO.OBRIGADA!

Anônimo disse...

Terminei meu curso há quase dois meses já fiz algumas unhas,de pessoas de minha familia recebi elogios mas me sinto muito insegura para procurar emprego e também trabalhar em casa, por favor me ajude estou ficando deprimida preciso de muita oraçao uma amiga.

aline disse...

oi, parabens pela sua dedicaçao e força de vontade, voce é uma guerreira vencedora, como tantas brasileiras que existem por ai, vc é um exemplo a ser seguido, que vc seja cada vez mais abençoada por Deus.

Anônimo disse...

oi tambem terminei o curso e estava insegura comecei ir a luta estou perdendo o medo se uma nao gostou a proxima gosta tente va a luta com o tempo o medo passa abraçossss e boa sorte andreia

Anônimo disse...

Olá, adorei as dicas. Pois estou passando por esta fase que você passou, e hoje estou com 40 anos, solteira e desempregada. Estou desempregada por conta de mudança de cidade, e tenho batalhado para conseguir uma recolocação, já até fui chamada para algumas entrevistas, mas infelizmente não fui contratada. E então foi quando comecei a pensar e amadurecer a idéia de trabalhar por conta e em casa. E como sei fazer unha, pensei nesta profissão, justamente porque o investimento é pequeno no início. Já estou pesquisando bastante e as suas dicas de divulgação e propaganda, foram as que eu já havia pensado. Parabéns pelo blog, e é isso mesmo, quando achamos que estamos sem saída, Deus nos capacita para algo e com a direção Dele tudo vai acontecendo.

Últimos Comentários

Deixe o seu recado



Mudanças no meu perfil empreendedor

Meu blog foi criado em 2009, sendo que na época eu estava desempregada. A partir daí várias coisas ocorreram durante este período de modo que precisei alterar o meu perfil, como a minha idade e as ocupações que tive (trabalhos). Para tanto, deixo aqui registrado estas mudanças.

Em 2009 - 47 anos - Fui babá de duas meninas, cuidando delas em minha casa enquanto as mães trabalhavam.

Em 2010 - 48 anos - Continuei sendo babá de uma das meninas que cuidava antes, novamente em casa e no período em que ela ficava na escola eu trabalhava como Monitora de Crianças de 1 a 2 anos na Creche Filhos do Rei.

Final de 2010 para 2011 - Abri as portas do meu brechó na minha casa. Antes vendia dentro de casa mesmo.

Em 2011 - 49 anos - Brechó fechado para reforma da casa. Fui trabalhar numa pizzaria, à noite, como diarista e, aos 49 anos, consegui trabalhar de "Carteira Assinada" depois de seis anos sem registro. Trabalhei de abril/2011 a Jan/2012.

Início de 2012 - 50 anos - Saí do emprego por motivo de saúde ( a idade começou a pesar me causando muito inchaço nas pernas pelo fato de trabalhar mais de 8 horas em pé).

Maio de 2012 - Voltei novamente a trabalhar por conta própria com meu brechó, meus geladinhos, artesanatos e outras coisitas mais.

Junho de 2012 - Trabalho com meu brechó e sou babá de duas crianças na minha casa. Temos uma renda bem menor agora, pois meus filhos perderam a pensão do pai, mesmo eles sendo estudantes, sendo o mais novo universitário.

Julho de 2012 - Só trabalho com o Brechó agora. Não deu para conciliar brechó e ser babá ao mesmo tempo.

Agosto de 2012 - Me tornei Microempreendedora Individual. Agora, além do Brechó, continuo com os geladinhos e também produzo cupcakes.

Fevereiro de 2013 - 51 anos e agora, o quadro aqui em casa está quase se invertendo. A maior parte do sustento fica com meu filho mais velho, e o mais novo trabalha apenas para pagar a sua faculdade. A minha renda é apenas para complementar a do meu filho.

Setembro de 2013 - Meu filho mais novo está desempregado e trancou a matrícula na faculdade. O mais velho teve que deixar o emprego para ser estagiário de outro curso recebendo apenas 1/2 salário mínimo. Continuo com o brechó, atendendo de portas fechadas pois trabalho também com meus sorvetes, geladinhos, cupcakes e chocolates. Além disso dou cursos de fabricação de sorvete apostilados, pela internet (ensino à distância) Não dou conta de tudo se estiver com a loja aberta. Então, trabalho dentro de casa. Menos renda aqui em casa agora.

Novembro de 2013 - Meu filho mais novo agora trabalha com o pai na área de sorvetes. O mais velho conseguiu um outro emprego com efeito de estágio para o curso dele e passou a ganhar mais. E eu agora, além de tudo que faço também sou Consultora Independente Mary Kay.

Dezembro de 2013 - Isaac foi aprovado no Concurso da Polícia Militar de Minas Gerais e teve novamente que deixar um trabalho novo.

Janeiro de 2014 - Isaac foi morar sozinho com alguns colegas e começa o curso na PMMG