ADQUIRA MINHAS APOSTILAS

21/03/2010

Como dizer não quando um cliente pede FIADO?


Hoje, num bate-papo na nossa comunidade do orkut, surgiu a idéia de falar sobre algo que todos nós que vendemos algum produto ou serviço já experimentamos: o fiado. Então, como tratar a todos bem e negar o fiado, no momento em que for pedido, sem afastar o cliente do comércio?

Bom, gente, eu já passei por esta situação, e como muitos de vocês, já levei "toco". Fiado é uma praga. A minha opinião é que devemos deixar isso bem claro dentro do nosso estabelecimento (que é a nossa casa). Quando o freguês chegar, ele já vai dar de cara com um cartazinho escrito: "Não Vendo Fiado!"
Você trabalha na garagem? Coloque lá seu cartazinho. Usa outro cômodo da casa? Deixe lá seu cartazinho também, sem atrapalhar a decoração. Vende produtos por catálogos? Geralmente tem a data de entrega, então, é preferível que você só entregue o produto ao receber o dinheiro. Só com pessoas mais íntimas mesmo que você pode abrir uma brechinha e dar alguns dias a mais.Mas ainda assim, continua perigoso, porque é justamente aquela pessoa que sempre paga direitinho, que um dia vai lhe passar a perna, e você não vai ter coragem de cobrar por pensar que ela só atrasou por algum motivo, mas ela nunca mais vai aparecer e vai para outra freguesia. Experiência própria...
Quando alguém lhe pedir fiado, explique a ele como funciona o seu negócio, quanto você investiu e como voce trabalha, Depois pergunte a ele : "No meu lugar, como você faria para conseguir vender assim sem ter problemas ou riscos financeiros ?" Espere a resposta e decida... O risco é se o cara for bom e te convencer a vender mesmo assim... Neste último recurso...peça um tempo para ele para que você pensar melhor... e... deixa ele esfriar....

Toda pessoa que vende fiado fica sem os clientes mais rápido que aquele que nao vende. Responda com um simples "nao vendo" e ponto final. Nao dê explicaçoes, pois estas pessoas que estao te pedindo crédito já estão devendo por todo lado, e se você abrir uma excessão para elas, logo vão te dar o cano e vão para outro comércio, e assim consecutivamente. O jeito mesmo é deixar à vista uma plaquinha ou cartaz escrito " Fiado só Amanhã ". Todo mundo acha graça e ninguém se atreve.

- Idéias para a plaquinha ou cartaz -

"Fiado só amanhã"
"Vendi fiado e acabei pelado"
"Vendi fiado uma vez. Perdi o amigo e também o freguês"
"O bom amigo não cospe no chão. NÃO PEDE FIADO e não diz palavrão"
"Promoção - Peça Fiado e Ganhe um "NÃO"

Esta é bem legal:

NOTA DE FALECIMENTO

Faleceu hoje neste estabelecimento comercial, vítima de derrame financeiro, Dona Conta. Deixa viúvo o Sr. Fiado e os filhos De Graça, Grátis, Pago Depois, Pinduraí e Anota prá mim. A família, inconsolável, pede que não mandem flores, mas dinheiro.

Tome coragem e chega de fiado. Desse jeito seu negócio não vai prá frente.

Reações:

14 comentários:

B@RB@R@S BIJOUX disse...

OIÊ, QUERIDA ESTIVE AQUI. DICAS PRECIOSAS AS SUAS. FIADO É UMA PRAGA MSM. BJUSSSSSSSSSS

Dora disse...

Passei essas dicas de fiado pra uma amiga que tem uma boutique no interior,acredita que as madames se viram pra ela e dizem:"ah,esse cartaz né pra mim,não,né?Nossa,esse tal de fiado é msm um estorvo na vida das pessoas,principalmente na vida de quem n tem coragem de dizer não....

Anônimo disse...

Quem inventou o fiado foi o diabo,eu coloquei a seguinte frase no meu comercio:"FIADO É COISA DO DIABO,AQUI NÃO É O INFERNO!" E-MAIL:cirilojunior@r7.com

Anônimo disse...

Nossa falou tudo. Comprei um comércio casa de frango, os fiados pularam de $300 para $2300 em um ano, agora cortei todos, e fiquei no prejuízo com alguns. Aqui vai um conselho para os que estão começando. Fiado não. É sério.Nossa falou tudo. Comprei um comércio casa de frango, os fiados pularam de $300 para $2300 em um ano, agora cortei todos, e fiquei no prejuízo com alguns. Aqui vai um conselho para os que estão começando. Fiado não. É sério.

Anônimo disse...

eu tenho um salao as suas dicas me ajudaram muito obrigada

Anônimo disse...

NOOOSSA!! MONTAMOS UMA FERRAGISTA EU E MEU MARIDO, PENSA NO TANTO DE FIADO Q PEDEM!? EU QUEM TOMO CONTA, TEMOS DOIS FUNCIONÁRIOS E MEU MARIDO TRABALHA EM UMA EMPRESA MULTENACIONAL.MAS NAO ESTOU SUPORTANDO MAIS OS PEDIDOS DE FIADO PRINCIPALMETE OS LERDOS DOS PARENTES HOHO INFERNO VIU.NAO VOU SER MAIS PACIENTE CHEGA,ACATEI A IDEIA E VOU COLOCAR AS PLAQUINHAS DO "FIADO NAO" DOA A QUEM DOER EU NUNCA FIZ ISSO COMNINGUEM.NOSSA ESTOU COM TANTA RAIVA DESSES INFELIZ QUE AFF!!!

Anônimo disse...

Fiado é msn uma praga vendi um som fiado para um amigo e até hj ndaaa :-//

Mell Santos disse...

Ai, como é difícil. E sabe o que eu já reparei: as menores quantias é que são esquecidas pelos fintadores. Aff...

Anônimo disse...

Realmente nós comerciantes ficamos sem jeito de dizer não, mais por experiência própria eu digo que, a maioria dos clientes que você diz não, continuam sendo seus clientes do mesmo jeito, se você der uma brecha, eles acostumam a pedir fiado, por isso tem que cortar enquanto é tempo

Mell Santos disse...

Sim, mas o que não pagaram, dão até volta para não passar na nossa porta, kkkkkkkkkkkkkk
Verdade, precisa cortar antes, principalmente se for parente ou se tem alguma amizade. Obrigada pelo comentrio, viu? Bjaum.

DRICKAS DOCES disse...

OLÁ!! AMIGOS TENHO UMA LOJINHA DE DOCES, EM UMA COMUNIDADE.POR O PESSOAL ACHAR QUE VIZINHO NOS TEMOS OBRIGAÇÕES DE SERVI=LOS.SE EU NÃO ABRISSE O OLHO JÁ TINHA FECHADO POR SER PEQUENO E NÃO TER MUITO CAPITAL.
E P ENGRAÇADO QUE AGORA AQUI ELES ACHARAM UMA NOVA MODALIDADE ELES PEDEM O PRODUTO A HORA QUE VOCÊ DA O PRODUTO ELES DIZEM QUE ESQUECERAM O DINHEIRO E JÁ TRAZEM, TO CORTANDO UM DOZE AQUI MAS NÃO SAI NADA MESMO.A NÃO SER PESSOAS QUE VC CONSIDERA OU OUTRO QUE VEM E TE DA UM PAPO DE NECESSIDADE, AI ABRO M
ÃO CASO CONTRARIO NEGATIVO.

vanessa araujo disse...

sou manicure, e eu sempre digo unha é luxo e não caridade agora estou pracurando um jeito legal de colocar uma plaquinha na parede pq é muita mulher que pede fiado e ai eu saio no prejuiso. Oloko, as mulheres não querem paar 15 reais a vista a coisa ta feia nesse pais!

Mell Santos disse...

Dricas Doces, também conheço essa laia de gente, infelizmente. Pegam o produto e aí "tem uma coisa, só posso pagar dia tal". É ruim, heim?
kkkkkkkkkkkkkk

Mell Santos disse...

Vanessa, o pior é quando deve a gente e ainda tem coragem de passar na nossa frente usando roupa nova. Aff...só Jesus na causa, né?
Obrigada pela visita. Bjos.

Últimos Comentários

Deixe o seu recado



Mudanças no meu perfil empreendedor

Meu blog foi criado em 2009, sendo que na época eu estava desempregada. A partir daí várias coisas ocorreram durante este período de modo que precisei alterar o meu perfil, como a minha idade e as ocupações que tive (trabalhos). Para tanto, deixo aqui registrado estas mudanças.

Em 2009 - 47 anos - Fui babá de duas meninas, cuidando delas em minha casa enquanto as mães trabalhavam.

Em 2010 - 48 anos - Continuei sendo babá de uma das meninas que cuidava antes, novamente em casa e no período em que ela ficava na escola eu trabalhava como Monitora de Crianças de 1 a 2 anos na Creche Filhos do Rei.

Final de 2010 para 2011 - Abri as portas do meu brechó na minha casa. Antes vendia dentro de casa mesmo.

Em 2011 - 49 anos - Brechó fechado para reforma da casa. Fui trabalhar numa pizzaria, à noite, como diarista e, aos 49 anos, consegui trabalhar de "Carteira Assinada" depois de seis anos sem registro. Trabalhei de abril/2011 a Jan/2012.

Início de 2012 - 50 anos - Saí do emprego por motivo de saúde ( a idade começou a pesar me causando muito inchaço nas pernas pelo fato de trabalhar mais de 8 horas em pé).

Maio de 2012 - Voltei novamente a trabalhar por conta própria com meu brechó, meus geladinhos, artesanatos e outras coisitas mais.

Junho de 2012 - Trabalho com meu brechó e sou babá de duas crianças na minha casa. Temos uma renda bem menor agora, pois meus filhos perderam a pensão do pai, mesmo eles sendo estudantes, sendo o mais novo universitário.

Julho de 2012 - Só trabalho com o Brechó agora. Não deu para conciliar brechó e ser babá ao mesmo tempo.

Agosto de 2012 - Me tornei Microempreendedora Individual. Agora, além do Brechó, continuo com os geladinhos e também produzo cupcakes.

Fevereiro de 2013 - 51 anos e agora, o quadro aqui em casa está quase se invertendo. A maior parte do sustento fica com meu filho mais velho, e o mais novo trabalha apenas para pagar a sua faculdade. A minha renda é apenas para complementar a do meu filho.

Setembro de 2013 - Meu filho mais novo está desempregado e trancou a matrícula na faculdade. O mais velho teve que deixar o emprego para ser estagiário de outro curso recebendo apenas 1/2 salário mínimo. Continuo com o brechó, atendendo de portas fechadas pois trabalho também com meus sorvetes, geladinhos, cupcakes e chocolates. Além disso dou cursos de fabricação de sorvete apostilados, pela internet (ensino à distância) Não dou conta de tudo se estiver com a loja aberta. Então, trabalho dentro de casa. Menos renda aqui em casa agora.

Novembro de 2013 - Meu filho mais novo agora trabalha com o pai na área de sorvetes. O mais velho conseguiu um outro emprego com efeito de estágio para o curso dele e passou a ganhar mais. E eu agora, além de tudo que faço também sou Consultora Independente Mary Kay.

Dezembro de 2013 - Isaac foi aprovado no Concurso da Polícia Militar de Minas Gerais e teve novamente que deixar um trabalho novo.

Janeiro de 2014 - Isaac foi morar sozinho com alguns colegas e começa o curso na PMMG